quinta-feira, 8 de março de 2012

Turmalina: Políticos são condenados por associação em um esquema de corrupção

Soelson Araújo e  Edi Pinheiro de Castro, respectivamente ex-prefeito e ex-vereador de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, foram condenados a cinco anos de reclusão por associação em um esquema de corrupção. Segundo os autos, em fevereiro de 2007, durante processo de cassação do então prefeito municipal, teria sido montado um esquema de corrupção no qual Edi, exercendo a função de vereador, teria se comprometido a votar contra a cassação de Soelson em troca de favores e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 57 mil.

Segundo a denúncia, E.S.A.M., enviado pelo então prefeito, teria procurado os vereador e os dois irmãos dele para apresentação das ofertas e das solicitações de Soelson, que  iria autorizar a execução de serviços de transporte público municipal das escolas e feirantes, bem como providenciar um imóvel e uma quantia em dinheiro que totalizaria o montante de R$ 57 mil. Além disso, os três irmãos teriam solicitado empregos na administração pública municipal para seus familiares e a quantia de R$10 mil para aquisição de um veículo.

A proposta teria sido repassada ao prefeito, que marcou reunião com todos os denunciados, sendo que a entrega do dinheiro teria sido realizada pessoalmente por este em um sítio de propriedade de um dos irmãos do vereador, em 10 de fevereiro de 2007.

Com exceção do prefeito e vereador, os demais acusados foram condenados a quatro anos e 2 meses de reclusão, em regime inicialmente semi-aberto e foram absolvidos do delito de formação de quadrilha.

Nenhum comentário: